Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ainda navego por mares...

Terça-feira, 25.04.17

Ainda navego por mares que me sugam as forças...

 

Nasci nas águas de um regato

e vim pelos mares colhendo as lágrimas

dos pequeninos seres

que indefesos entre os pedregulhos

sentiam no peito o soluçar de ondas

que de longe chegavam

como se atadas ao ventre materno

após o embate com rochedos  

que bloqueavam seu renascer...

 

 

 

Ainda navego por mares 

e desbravo as vagas de chegar tardio

procurando desvendar o marejar dissonante

das ondas que se desfazem 

para aportar os males da humanidade

que teimam em afastar os cais

fragilizando vontades

inutilizando gestos protetores

que no despertar de um sentimento atávico

perpetua a inutilidade dentro de mim...

 

 

{05B3612F-23D6-431F-904E-410B64BA243B}_VitorBraga_

 

E os olhares que se juntam 

em atadas alianças

chegam adornados de lembranças

traduzidas nos versos de um poema...

E quando os veios das nascentes

percorrem livres o choro do renascer

nos olhos da esperança

toda a beleza do mundo é recriada

no tilintar de um sino que faz descer

abençoadas lágrimas na fronte de uma criança...

 

 

 

1. "Navegar" pintura de Bruno Netto

2. "Renascer" Bruno Netto

2. "Batismo" obra de Ado Malagoli

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 11:54