Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Feliz Aniversário!

Terça-feira, 08.11.16

Hoje seria o teu dia!

Hoje é o teu dia... E será sempre naquele calendário

marcado em letras douradas dentro de mim!

 

Obrigada, amor meu, por ter vindo nesta manhã me erguer nos braços alçando um voo muito além da tua ausência, para que eu não me soterrasse naquele travo de tempo que me prendeu a voz e me paralisou os gestos no despertar deste dia em que seria o teu aniversário...

Obrigada, anjo meu, pela força que me veio de ti! Pela paz que me trouxeste num sonho tão bonito e que me fez divisar o horizonte que meus olhos vendados se recusavam a ver... Vem comigo, meu doce amor, e me ajuda a filtrar as recordações de outras datas como esta que hão de me seguir pelo dia afora...  

Hoje à noitinha, numa hora que era somente nossa, eu te prometo que irás receber nas asas dos anjos dourados a suavidade daquela música de que tanto gostavas, e que me pedias sempre para tocar naquelas tardes em que nos aconchegávamos ao piano para musicar sonhos, promessas e beijos... Hoje, em homenagem a ti, eu prometo deslizar as mãos novamente sobre as teclas do nosso piano (que se encontra fechado desde que partiste...) tão de manso, tão solitariamente, tão baixinho que somente tu hás de ouvir a doce melodia de que tanto gostavas... Será a minha homenagem a ti, minha forma de dizer: Feliz Aniversário, meu eterno Amor!

Só não posso te prometer não chorar... 

 

Tela de Childe Hassam
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 10:15


16 comentários

De LuísM Castanheira a 16.11.2016 às 16:32

Como foi possível, no meio de tanta dor, ter sido leviano ao ponto de sugerir, no seu blog, outra cor?
Minha Amiga Helena (creo poder chamá-la assim -Amiga), agora compreendo...
A sua homenagem, aqui expressa ao seu Grande Amor, trouxe-me luz.
Não tenho conselhos, infelizmente, para, sentir a dor dos outros, como nossas. Isso é impossível.
Mas tenho uma palavra: Viva!
Será assim que melhor conservará a memória.
Tudo tem o seu tempo e cada tempo é diferente a cada corpo.
A Morte não é um Fim.
À parte: apreciei muito o seu comentário.
Um beijo, Amiga e que a sua semana seja de paz interiores.

De Mãe Maria a 13.11.2016 às 23:15

Isso, abre de novo o piano e toca para ti e para o teu amor também. Bjo.

De a 11.11.2016 às 12:02

Bom dia Leninha.
Imagino a sua dor. Essas datas é muito difícil e você vez um dia especial para ele. Como eu sou espírita acredito que ele tenha recebido a seu carinho. Um lindo dia. Beijos.

De CÉU a 10.11.2016 às 13:57

Olá, "caríssima" amiga, vim lhe avisar de minha nova postagem k gostaria k lesse e deixasse comentário, preferencialmente risossssssssssssssssssssssssssssssss..................................
Logicamente que estou brincando e lastimando alg. atitudes, mas...

É importante relembrares esses dias bons, maravilhosos, essas "n" luas de mel, esse sons, esse tudo k vocês fizeram e construíram, pke estás vivendo tudo de novo. O faz, sempre k necessitares, Leninha! Já agora, onde era vosso "esconderijo"? O k faziam vocês o dia todo - risos? Já sei, tu tocavas... olha k eu ando esquecida, ah, já sei, piano e ele escutava, placidamente, pois...

FELIZ ANIVERSÁRIO, GUY, ESTEJAS ONDE ESTIVERES, PKE COM A MORTE TUDO ACABA E ESPERAMOS TODOS A RESSURREIÇÃO, assim nos diz a bíblia.

Beijos para ti e para todos vocês.

De Agostinho a 09.11.2016 às 21:57

Enquanto ouvia Schubert percebi a bondade, a graciosidade, a leveza da tua alma. A tua capacidade de dar, de amar confere-te o poder de superação e, por isso, voas acima da mesquinha materialidade das coisas vulgares.
Bj.

De Emilia Pinti a 09.11.2016 às 18:10

Querida, Leninha. Li muito do que aqui tens escrito e acho que deves fazê-lo sempre. Tens que " fazer o luto" e mesmo que demore, não o interrompas; escreve, toca piano, chora sempre que precisares e não te forces a uma alegria que tão cedo não virá; o teu amado fez aniversário e deves sim comemorá-lo da maneira que mais te aproxime dele, tentando fazer aquilo que os dois mais gostavam; deixa que as lágrimas corram à medida que os sons do piano se espalhem pela sala, pois será muito duro para ti tentar contê-las; um dia, amiga, elas vão deixar de cair e serão substituidas por sorrisos ao recordares o teu Guy;ele fará aniversário todos os anos e nesse dia haverá sempre uma velinha que soprarás em sua homenagem. A morte leva-nos pessoas queridas, mas nunca leva o significado que tiveram na nossa vida, por isso, querida Leninha, continua a ser forte, mas não tenhas pressa, pois o tempo, nosso grande amigo, saberá a hora de trazer a serenidade ao teu coração agora tão doído. Desejando-te toda a força do mundo, deixo-te um beijinho muito especial e de amizade carregadinho.
Emilia

De Mariazita Azevedo a 09.11.2016 às 16:08

Leninha, minha querida amiga
Esta, a do Aniversário, e muitas outras datas, vão ficar para sempre marcadas no calendário do teu coração.
E, acredita, até pequenas coisas que , no dia a dia, quase não mereciam a nossa atenção, na ausência assumem proporções enormes e ganham um valor que anteriormente não tinham.
É lindíssima a tua homenagem, cheia de doçura e poesia.
Os Anjos se encarregarão de levar ao teu amor maior todo o teu sentir, que ele sabe que existe e, ainda que noutra dimensão, sente tal como tu.
Um grande beijinho, minha querida, com todo o meu carinho.

Desculparás... mas aproveito para te deixar uma mensagem.

Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei ontem, dia 09/11/16, no meu blog <a href="http://acasadamariazita.blogspot.pt/"> A CASA DA MARIQUINHAS/</a>
Desde já o meu “Bem hajas!”
Beijinhos
<a href="http://acasadamariazita.blogspot.com/">MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS</a>

PS – Desculpa o “copy & paste”

De O Arabe a 09.11.2016 às 02:33

Sem palavras, Helena, diante de tanta poesia e tanto sentimento. Tenho certeza que esta data será eterna para vocês dois, através do espaço e do tempo. Boa semana, fique bem!

De vera Lucia Duarte a 08.11.2016 às 20:16


Doce e querida amiga,

Homenagem plena de emoção!
Uma data especial que se torna dolorosa de atravessar, pois as recordações se multiplicam.
Seu Guy, com certeza, recebeu toda esta vibração de amor.
Gostaria de lhe dizer muitas coisas para afagar seu coraçãozinho machucado, mas não encontro palavras no meu vocabulário para tal. Só posso continuar rogando a Deus que a coloque no colo nos momentos mais difíceis da saudade e que a fortaleça para superar o tempo necessário para que a saudade se pacifique em seu coração.

Fique,bem, Leninha!

Deixo-lhe um abraço apertadinho e um beijo carinhoso.

Grata pelo carinho!

Beijos.

De Fê blue bird a 08.11.2016 às 20:03

Querida amiga Leninha.

Mais uma vez não consigo comentar sem me emocionar...
As tuas palavras são tão doces mas tão sofridas que me apertam o coração.
Há uma frases de Aldous Huxley que diz tudo muito melhor do que eu.
"Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música."
Que essa doce recordação te guie e te encoraje, sempre!

UM ENORME E APERTADO ABRAÇO!
Fernanda


Comentar post


Pág. 1/2