Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Blog encerrado *

Quarta-feira, 12.07.17

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 13:58


112 comentários

De LuísM Castanheira a 15.09.2017 às 14:45

em cada criança
em cada olhar
procuro o coração de cristal
renascido
como se o tempo
voltasse ao teu lugar.

fazes-me falta, amiga...
volta
mesmo que seja numa qualquer
brisa de mar
numa flor
ou na pureza duma gota
que me possa alimentar.

um beijo

De Poções de Arte a 15.09.2017 às 13:53

Leninha, minha querida...
Tive o privilégio de interagir com você por pouco tempo, mas o suficiente para sentir todo o amor e carinho que carregava e compartilhava com cada um.
Deus sabe de todas as coisas e a Ele tudo pertence. Que possas estar nos braços do Pai neste momento.
Saudades.
Um abraço esmagador.

De lagrimas de luar a 12.09.2017 às 17:02

Querida Leninha, não vinha ao teu cantinho desde ... a tua viagem para essa nuvem. Sabes, dói um bocadinho (estou a ser muito mansinha!!) não receber as estrelas que semeavas, com tanto carinho e ás mãos cheias, lá para os lados do meu "lágrimas". Mas hoje venci-me a mim mesma e vim. Sentei-me aqui por um suspiro de anjo (quem sabe um desses que tratas e cuidas por aí), e "rebolar-me" nas memórias lindas e boas que povoam este espaço....

Continuas, não tenho dúvidas, as tuas azafamas e correrias, fazendo o bem, salvando vidas - dando vidas -, melhor dito. Se espreitar bem por entre as nuvens até posso vislumbrar o teu sorriso. Espalha-o por ai como fizeste por cá. Mas isso tu sabes melhor que ninguém!

Minha querida ficam as saudades e as memórias de estrelas e raios de lua que sempre nos povoaram.
Beijo enorme de luar

De CÉU a 11.09.2017 às 01:42

Observação: como estou em Portugal, o comentário saiu com data de 11, mas, Leninha, no teu Brasil ainda é dia 10 e esse dia, é que conta.

DIA 10. JAMAIS ESQUECEREI. VOLTARÁS!

De CÉU a 11.09.2017 às 01:39

Olá, Leninha, minha linda e saudosa amiga!

Sei k andas sempre ocupada com tua profissão, que é colocar crianças nesse mundo e no outro (vê lá se abrandas o ritmo -rs), nesse lugar onde estás, para além da atenção e amor, que dás aos menos jovens e aos mais carenciados.

Por aqui, em tuas casas de beneficência, pequeninos e menos pequeninos, vão todos bem, todavia, têm muitas saudades tuas, mas a Verinha já lhes disse k tu agora estás tratando de outras pessoas, noutro lugar, onde mto precisam de ti. Eles aceitaram, de bom grado.

Como tão bem sabes, faz hoje, DOIS MESES, que saíste do teu habitat e não sabes, segundo julgo, qdo regressarás, mas como continuas fazendo o bem aonde estás, então tudo certo.

Verinha já está trabalhando, de novo, na clínica, com a médica, que tu indicaste e ela está gostando de secretariar tua amiga.

Confesso que tenho saudades tuas, dos teus punhados de estrelas e dos beijos do teu coração para o meu, mas é preciso saber esperar. Guy, teus pais e D. Cidinha estão bem? Melhores k nunca, né?

Beijos, muitos, abraços, sem fim e eu vou aparecendo, por aqui, sempre que me for possível.

De a 01.09.2017 às 12:37

Venho aqui sentir um pouco da presença de uma grande amiga. Saudades. Enorme abraço esteja onde estiver.

De Aninha a 31.08.2017 às 12:50

De longe a saudade doía, mas estando novamente na pátria que você tanto amava a saudade não apenas dói, mas sangra e machuca, pois em cada canto eu vejo o seu sorriso, em cada pessoa que me fala alguma coisa de você eu sinto a sua presença, e agora eu vejo a falta que eu já sentia da sua pessoa na minha vida e que agora se acentuou ainda mais.
Leninha, estrela pequenina que dos céus me olha, não deixa de iluminar os meus caminhos mesmo que eu tenha um dia feito um gesto tentando apagar o seu brilho na minha vida. Que não me falte o seu doce sorriso no meu coração, nem a meiguice do seu olhar a me guiar por estes caminhos que um dia eu mesma tornei tão tortuosos...

De a 25.08.2017 às 15:32

Quando a saudade aperta e a saudade dói mais que o normal, a gente procura o rumo de casa, refúgio seguro onde as dores se fazem menos doídas.

De Yuly a 12.08.2017 às 11:22

Estive neste blog dias atrás, mas ñ deixei comentário pq seria o de número 100 e como acho k os números possuem significados eu ñ quis preencher o lugar de algum dos comentaristas habituais deste espaço, sendo eu uma pessoa aleatória k aqui cheguei nem sei bem pq meios. Na redução do número 100 para o número 1 temos k é um número cheio, pleno, pioneiro, e por assim dizer, o Sol, o fogo, o ouro. Um número de tanta magia deveria ficar com quem + tempo aqui estivesse. E coube a um verdadeiro poeta, a julgar pela delicadeza do poema k aq registrou. Pareceu-me tb um grande amigo e admirador da dona do blog. Enfim, um espaço k eu gostaria mto de ter visitado antes, pelo angareio de tantos colegas e amigos blogueiros.
Como gosto de significados, tanto de números qto de letras e nomes, analisei este: Helena - um nome forte, de origem grega, significa luz ou iluminada, e ao k parece a dona deste espaço assim era, uma pessoa iluminada, a julgar pelo número de amigos k aqui deixa as suas mensagens.
A minha é apenas uma visita cordial, visto k ñ a conheci, mas deixo aqui um pensamento carinhoso, como tb para a Vera Lúcia k acredito ser tb uma pessoa amiga da Helena.

De a 11.08.2017 às 21:23

diz-me...!

diz-me quem és
pois do teu olhar
só a luz estrelar
chega a meus pés.

diz-me, amiga
onde foi parar
o sorriso aberto
do teu coração.

levanto a memória
aos céus da bondade
e só raios de luz
rasgam o dia.

(as sombras da noite estão mais dispersas).

um dia hei-de compreender...

um beijo saudoso, Helena.




De LuísM Castanheira a 12.08.2017 às 21:17

*vi que por lapso meu não fiquei identificado no comentário/poema, acima.
e também esqueci de cumprimentar a Vera Lúcia, o que faço agora.
aqui ficam os reparos.

Comentar post


Pág. 1/6






Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

arquivos

2017