Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Blog encerrado *

Quarta-feira, 12.07.17

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 13:58


112 comentários

De António Santos Gomes a 30.07.2017 às 17:28

saudade, muita saudade.
AG

De Laerte Sílvio Tavares a 30.07.2017 às 17:23

De viagem, amiga Vera, só ontem tomei as rédeas de meu blog e hoje li outros a maturar no caso Leninha. Fui à Céu e o céu caiu-me pesado como um vagalhão enorme de um mar fragoso que de escabroso fez-se manso quando lembrei-me dos desígnios de Deus. E os céus se fizeram ternos como a meiguice de Leninha que a Deus Pai entregou o seu espírito cuja energia levita sobre nossas almas. Aceite meus pêsames e transmita, por favor, meus sentimentos a todos e a cada um a quem ela foi cara. Meu abraço fraterno. Laerte.

De Fábio a 28.07.2017 às 21:42

A doce Helena morreu... Poxa.. Soube agora. A Céu havia deixado um recado em meu blog, que ela haveria de se submeteu a uma cirurgia. Vim visitar o blog, e... Meu Deus! Dizer o que? Mais nada. Triste... "Onde estão os mártires das fé, as crianças sertanejas prematuramente mortas, os jovens soldados, conduzidos como um compacto aríete a loucura da guerra, a vitima de Hiroshima, os passionais Kamikazes, os revolucionários de olhos fixos e carne aberta, o corpo posto em holocausto... Pergunto a cósmica harmonia, ao balé dos astros." As estrelas que tanto ela gostava. Estrelas, Leninha, aonde você esjeta, estrela de primeira grandeza. Beijos!

De vera Lucia Duarte a 26.07.2017 às 21:18


Quero apenas deixar registrado que passei por aqui várias vezes e acompanhei todos os momentos da história de vida e morte da querida Leninha. Nada expressei por escrito a partir da notícia de sua segunda e derradeira cirugia, mas ela esteve todo o tempo em meu pensamento e orações. Gostava demais da pessoa sensível e iluminada que se fazia refletir através dos seus versos e palavras, sempre doces, afetuosas e delicadas.
Fica a saudade!
Que ela descanse em paz das dores e sofrimentos terrenos!

De a 24.07.2017 às 00:05

Boa noite Leninha.
Eu estou tomando a liberdade de lhe deixar algumas palavras e um ramo de rosas brancas. Se sei que partisse, com certeza a sua fiel amiga Vera nos contou da sua partida para outra esfera. E como ao lhe conhecer virtualmente,eu lhe achei uma pessoa muito especial, então sei que o seu lugar ai em cima é cheio de rosas lindas. E sei que no devido tempo vai ter a permissão de entrar aqui e ver quanta saudade deixou no coração de seus amigos virtuais que tanto gosta de você. E quanta SAUDADE está fazendo a sua ausência. Eu iria amiga lhe falar mas coisas, mas já imaginou a Vera que não me conhece como você conhecia, poderia achar que foi falta de respeito. Mas eu sou espirita e acredito piamente do outro lado da vida. Para mim a morte não existe. Enfim o costume a a saudade me fizeram vim ate aqui, e escrever me melhorou um pouco. Então amiga ate um dia. A Vera eu lhe desejo forças, e muita paz.

De Aninha a 23.07.2017 às 15:18

Saudade Saudade Saudade
Chegar e ver encerrado o blog que a minha cunhadinha querida tanto gostava me deu uma dor muito grande no peito. Tenho certeza de que dor maior irei sentir se voltar a pisar o chão do país que ela tanto amava, sabendo que ela já não estará ali para me receber com aquele sorriso lindo e aquele olhar da cor do mar cheio de ternura...
Existe uma tristeza muito grande dentro do meu coração, tristeza por não ter estado junto dela nos seus momentos finais, de não ter segurado a sua mão e dito o tanto que eu a amava, tristeza de saber que ela sempre me quis o bem, e que sempre me amou, e que eu não soube corresponder...
Uma tristeza e uma saudade que nunca vão se apagar dentro de mim.

De Emilia pinto a 21.07.2017 às 19:12

Fiquei sem chão e não encontro palavras para manifestar a minha tristeza;a Leninha " visitou-me " antes da cirurgia, mas nunca imaginei que fosse para se despedir. Precisamente há duas horas recebi a noticia da morte de um grande amigo e agora, lendo um blog, vejo que a Leninha também já estava junto das estrelas que ela tanto gostava de enviar para os amigos misturadas com beijos e sorrisos. Estou muito, muito triste e nunca a vou esquecer
Para você, Vera, deixo um forte abraço de solidariedade com a sua dor e os votos de que a força não lhe falte para continuar a sorrir
Emilia Pinto

De Vera Lúcia a 21.07.2017 às 22:48

Emília, grata pela visita e palavras de carinho e afeto. A Leninha parecia sim que estava se despedindo dos amigos e familiares pelas atitudes que teve nos últimos dias. E segundo relato de muitos dos seus amigos blogueiros as suas visitas tiveram um cunho de despedida.
Para mim vai ser muito difícil acostumar sem a sua presença na minha vida, mas estou encontrando forças nas lembranças bonitas que ela deixou na sua história de vida.
Um abraço sincero para você e muita paz na sua vida.

De Maria Glória D'Amico a 21.07.2017 às 00:34

Sinto muitíssimo Vera. Mesmo sabendo que a morte acontece na vida de todos nós, ficamos chocados, pois pelas orações, mantemos o coração amplo de esperança, vibrando pela cura e saúde.
Por outro lado, sabemos que o tempo cuida de tudo na nossa vida. Então, ele está encarregado de embalar o seu coração e, assim, a compreensão se fará presente.
E espero amorosamente, que você fique bem e que a Leninha, aonde estiver, esteja amparada e em harmonia.
Um forte abraço.

De Vera Lúcia a 21.07.2017 às 22:52

Maria Glória, também espero que a Leninha esteja bem e amparada como você disse, e tenho certeza de que assim será, pois já tinha lá em cima aqueles que eram laços de sangue e que por certo estão hoje todos juntos.
Grata pela visita e palavras de afeto.
Meu abraço afetuoso.

De Maria Glória D'Amico a 26.07.2017 às 18:44

Retribuindo o abraço com vibrações de paz, amor e serenidade.

De Mãe Maria a 20.07.2017 às 09:30

Foi tão pouco o tempo de amizade que tive o prazer de privar com ela, mesmo tendo sido apenas uma amizade virtual, a Leninha entrou tão fundo no meu coração que, esta sua repentina partida, me marcou tão fortemente. Ainda hoje choro por dentro e, em muitos momentos do dia, me lembro dela. Venho aqui, sempre a espreitar, na ânsia de a encontrar. Está difícil acreditar. Isabel Maria.

De Vera Lúcia a 20.07.2017 às 13:56

Mãe Maria, também para mim é muito difícil até hoje acreditar que a Leninha se foi. Para todo lugar que olho eu a vejo sorrindo, e isto me dói no fundo da alma, esta ausência tão sentida. Eu choro por dentro e por fora também, nem sei de onde me vem tantas lágrimas. Dizem que com o tempo a saudade vai se atenuando e a dor vai diminuindo e a lembrança da pessoa fica mais suave, e muitas vezes eu quero que o tempo passe logo para isto acontecer, mas por enquanto ainda dói muito a ausência da minha menina.
Grata pelas palavras de carinho e pelo afeto que tinha para com ela.
Receba um abraço cheio de afeto.

De Toninho a 19.07.2017 às 03:45

Ah, Vera acho que ainda somos muito pobres para entender estas partidas.
Ainda aqui digerindo a ida dela um dia antes na minha pagina, como a tentar dizer que era uma partida.
Saudades sempre da Leninha.
Deus esteja com voce e a conforte como a nós todos.
Meu terno abraço.

De Vera Lúcia a 19.07.2017 às 12:44

Toninho, linda e doce a sua homenagem para a nossa Leninha. Se ela estiver vendo e ouvindo o que se passa aqui em baixo, com certeza estará com lágrimas nos olhos, sensível como ela era, assim como também fiquei de olhos marejados quando fui ao seu blog e pude ler o que sobre ela você escreveu.
Muito grata pela homenagem tão bonita, pela música, realmente uma pérola, e pela amizade que sempre teve para com a minha menina.
Também acho Toninho que somos muito pobres para entender o que a morte significa, e somente após cada partida é que o ser humano desvenda este grande mistério.
Em muitos blogs ela esteve visitando e a mensagem que deixava era como se estivesse se despedindo. A saudade há de sempre estar no coração daqueles que tiveram a felicidade de sua amizade e consideração.
Um abraço de grande afeto.

Comentar post







Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

arquivos

2017