Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O pássaro e eu

Domingo, 02.04.17

E o vento passando

embaraça meus cabelos

enovela minhas vestes

e rodopia em volta de mim

como se me convidasse a bailar...

Mas como não sei dançar a música do vento

sinto os pés quedarem por um momento

como asas de um pássaro indeciso

sem saber que rumo tomar...

E assim, pairando livre, sinto-me presa num sonho que se prendeu nas asas de um pintassilgo que me olha como se senhor do meu destino ele fosse e estivesse a avaliar se mereço ou não o seu canto, se me sustém no ar mostrando o rumo a seguir ou se quebra a magia e me deixa cair ao chão. E presa neste momento de fascínio aguardo que o canto ou o silêncio de um pássaro decida meu destino.

O pintassilgo a me olhar

de olhar atento e eu,

a olhá-lo de olhar angustiado

sem conseguir definir

o que quer de mim ...

Até que num repente ele se põe a cantar e o seu festivo trinado faz desatar as teias que me sustém a pouco mais do chão. E de tramas desatadas sinto o pintassilgo me prender em suas asas de cetim, alçar voo, e me levar com ele a palmear o infinito azul...

Somos só nós dois,

eu e o pintassilgo!

O seu voo e o meu sonho

a criar asas na vastidão de mim!

 1 . Windswept (John William Waterhouse)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 22:26


30 comentários

De Fernanda Maria a 04.04.2017 às 20:50

Doce Leninha:

Um texto poético tão lindo e delicado como um sonho de criança.
Acho até que foi a criança que há dentro de si, minha querida, que lhe cantou ao ouvido a música do vento.
E a magia desse momento ganhou asas e virou pintassilgo.
Voe minha querida amiga, até onde a sua imaginação puder.

Um beijinho com muita admiração e amizade

Fernanda

De nana flor a 04.04.2017 às 20:07

Oie amore ... quero te convidar a conhecer o meu blog ... (Um Café ) ... se desejar me seguir ficarei muito feliz ... obrigado pelo carinho ... bjus da Nana

De FARISEU a 03.04.2017 às 13:57

HELENA, MINHA FILHA, ESTA POSTAGEM ACENDEU EM MIM UM RAIO DE ESPERANÇA DE VER POR AQUI UMA POESIA MAIS LEVE, SEM TANTAS LEMBRANÇAS TRISTES, POIS AQUELAS EM QUE VOCÊ EXPÕE TODA A DOR QUE LHE VAI NA ALMA, TAMBÉM MAGOA O MEU CORAÇÃO. UM PAI NÃO GOSTA DE VER UMA FILHA SOFRER.
FAÇO AQUI UM ADENDO: OS DOIS ENFERMEIROS QUE ESTÃO COMIGO HOJE JÁ FICAM RONDANDO PARA VER O QUE VOU ESCREVER E COMO NÃO TENHO SEGREDO PARA NENHUM DELES - POIS ELES MESMO SE CONSIDERAM MEUS TERAPEUTAS E FISCALIZADORES MAIS ATÉ DO QUE MEUS ENFERMEIROS PARTICULARES - COM ISTO METEM O BEDELHO EM TUDO QUE FAÇO. JÁ ESTÃO AQUI ME CORRIGINDO: TRATE-A DE NETA E NÃO DE FILHA, E CAEM NA GARGALHADA. JÁ PERDERAM MESMO O RESPEITO POR MIM, RSS, MAS GOSTO DESTA TURMA COMO SE FOSSEM MEUS FILHOS TAMBÉM. VOCÊ TEVE OPORTUNIDADE DE CONHECER A TODOS E SEI QUE TEVE POR ELES A MESMA SIMPATIA DE IMEDIATO QUE ELES TIVERAM POR VOCÊ, OU MELHOR, POR VOCÊ E O NOSSO AMIGO AUGUSTO, NAQUELA FESTA MARAVILHOSA DO MEU ANIVERSÁRIO. SÃO VERDADEIRAMENTE MEUS FILHOS QUERIDOS, PESSOAS QUE MERECEM DE MIM TODA A AFEIÇÃO PELO ZELO COM QUE ME TRATAM, NÃO TENDO RECEIO DE SEREM FIRMES QUANDO PERCEBEM QUE ESTOU FAZENDO CORPO MOLE COM AS RECOMENDAÇÕES DOS MÉDICOS. PUXAM AS MINHAS ORELHAS SEM DÓ NEM PIEDADE, RSS.
MAS SEM QUERER SAÍ TOTALMENTE DO FOCO QUE É A SUA LINDA POESIA, LEVE, COMO EU DIZIA, E COMO EU DESEJO QUE SEJA TODA A SUA ESCRITURA DAQUI EM DIANTE. GUARDE AS LEMBRANÇAS NUM COFRE, BEM GUARDADAS, MINHA FILHA, E DEIXE A SUA ALMA VOAR PELO ESPAÇO, QUER SEJA NA COMPANHIA DE PÁSSAROS OU DE BORBOLETAS, OU MESMO COM AS SUAS PRÓPRIAS ASAS. POIS VOCÊ É UM ANJO DE PURA BELEZA QUE O ALTÍSSIMO MANDOU ILUMINAR O ENTORNO E O CORAÇÃO DOS QUE LHE ESTÃO PRÓXIMOS, E POR ISSO VOCÊ TEM AS ASAS QUE A MAGNITUDE DO TODO-PODEROSO LHE CONCEDEU.
ESPERO NÃO TER OCUPADO DEMAIS O SEU TEMPO, MINHA FILHA, POIS JÁ LHE MANDEI UM CORREIO ELETRÔNICO E AINDA ESTOU POR AQUI A LHE OCUPAR OS OLHOS COM ESTA LEITURA.
DESEJO-LHE UM DIA SEM TANTO TRABALHO, MAS COM UM TEMPO QUE POSSA SER DEDICADO SOMENTE A VOCÊ MESMA.
MINHA BENÇÃO E MEU ABRAÇO AFETUOSO.

De Poções de Arte a 03.04.2017 às 13:39

Bom dia minha querida!
Me transportei num sonho lendo suas palavras e voei junto neste pintassilgo... Até vislumbrei as belas cores dessa magia.
Como sempre digo, para escrever, é necessário dom. Aliás, é algo incrível! Deus dá pra todos um dom não é? E com o passar do tempo vamos descobrindo...

Obrigada por suas lindas palavras lá na caverna. Lê-las, enche meu coração de esperança, de alegria... da pra sentir o amor enviado em cada uma. Que Deus te abençoe ricamente e que suas palavras continuem tocando corações e levando esta paz, este amor.

Te desejo um mês de Abril lotadinho de bênçãos e realizações.
Abração esmagador e feliz dia.

De Mãe Maria a 03.04.2017 às 11:51

Helena. Mereces com toda a certeza, mesmo eu estando longe e não conhecendo todo o teu percurso, todos os cantares bonitos da natureza, te apaziguando as dores que a vida te colocou em mãos. É pena que assim tenha acontecido. Também eu, muitas vezes, me ponho a pensar, porque tenho de carregar uma cruz tão pesada, que fiz eu para merecer tão longo calvário. Se calhar, meus olhos estão meio cegos para não encontrar pequenas pétalas coloridas no meu caminho. Deixo um beijo de amizade agradecendo cada palavra que me deixas na minha casa virtual. Que Deus te ilumine e te renove a vida.

De Chic'Ana a 03.04.2017 às 11:38

Muito bonito, um voo majestoso!
Beijinhos

De Malik a 03.04.2017 às 11:07

Leninha,
Ainda bem que o pintassilgo te achou merecedora do seu canto...!
Que o sonho não pare nunca de voar!
Beijinho.

De António Santos Gomes a 03.04.2017 às 10:00

Bom dia, lindo de ler, texto é revelador da liberdade para saber do pintassilgo.
Helena! não tem que pedir desculpa, visite a minha pagina quando poder, compreendo que existe vida para além do blog, obrigado.
Feliz Abril,
AG

De Bindi e Ghost a 02.04.2017 às 23:50

Querida e carinhosa amiga, boa noite! Que o céu noturno se enovele ao seu redor e a proteja num manto de estrelas, velando seu sono, e lhe trazendo sonhos leves e lindos como seu poema. Que o pássaro do Amor venha cantar em sua janela, e lhe permita voar com ele no mundo espiritual, visitando entes amados que velam por você na outra vida e, durante o sono, matam saudades e renovam esperanças.
Seus escritos são um exemplo e um alento, de resiliência e vontade de viver. A vida tem muitos redemoinhos, onde podemos nos perder perdendo a fé...mas você resistiu a todos eles. Nessas situações, perdoa-se às pessoas que se tornem amargas, pois sabe-se que pesadas foram as provações...mas nem uma gota de amargura você deixa entrever, e mesmo em meio a lágrimas escondidas sob um véu de serenidade, tratas a todos com doçura e generosidade.
Assim, não é de se admirar que pássaros venham espiar em suas janelas, e sutilmente lhe convidem a voar.
Desejamos uma doce semana! Um abraço cheio de carinho, respeito e admiração.
Bíndi e Ghost

De chica a 02.04.2017 às 23:30

Só posso aplaudir esse voo maravilhoso nas asas desse pintassilgo. Lindo demais,Helena! Inspiração não te falta nunca! bjs, chica

Comentar post


Pág. 3/3