Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Blog encerrado *

Quarta-feira, 12.07.17

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

de helena às 13:58


138 comentários

De Toninho a 10.07.2018 às 19:40

Uma saudade e uma certeza que você está sorrindo para nós que te amamos e muito fomos felizes com sua presença carinhosa e elegante nossa pagina. Hoje venho com saudade, mas sem a tristeza de ano passado dizer, que aceito seu descanso, seu fechamento de historia e junto agora de seu amado, sorria e despeje poesias sobre nós. Um beijo Leninha. Saudades sim e assim deixarei um simples poema de minha grande admiração e carinho por você.

De CÉU a 10.07.2018 às 18:00

Leninha, querida!

As palavras anteriores foram da CÉU. Esqueci-me de preencher os dados, que o Sapo pede.

Beijinhos, muitos, lindo e doce ser de luz.

De a 10.07.2018 às 17:56

10-07-2017 a 10-07-2018 UM LONGO ANO DE SAUDADE!

Olá, minha doce e querida Leninha!

Sei k te lembras ainda mto bem de mim, tal como eu de ti, aliás, o nosso convívio e estima ficarão pra sempre no teu e no meu coração e gravado a letras de ouro, eternas nas nossas memórias.

Dizem que não há ninguém insubstituível, mas acho que tu és insubstituível mesmo, pke nunca conheci, nem conheço ninguém como tu. Não sei se por teres tantas qualidades, o Pai, como tu, amorosamente dizias, te levou para te ter junto dele, não sei, tenho dúvidas, contudo sei que fazes muita falta aqui, na terra, e a muita gente.

Passaste tantos anos, todos da tua existência, direi mesmo, fazendo o bem, acarinhando e ajudando quem de ti precisava, mas a vida foi madrasta pra ti, em alguns aspetos, não duvides. Não merecias ter passado, desde a infância, por momentos tão difíceis, que se vieram a agigantar na fase adulta.
Há "coisas", factos que eu não sei explicar, não entendo e por isso, NÃO ACEITO. Não posso deixar de referir que aquele a quem tu chamavas pai deveria ser um deus de amor, e caso exista, ele o não é. Olha o mundo, como está! Todas as explicações e justificações, que me queiram dar, baseadas no quem mais sofre é pke vai ser eleito de e por deus e depois terá vida eterna, ah, não, já somos crescidinhas, com formação interior e exterior superiores e temos cérebro para discernir. A religião, como dizia Marx, é o ópio do povo.

Estás sepultada, isso todos sabemos, mas a tua essência (chamem-lhe o k quiserem) está viva e creio que andas aqui pela terra, guiando, sem se apercebam, quem de ti precisa. Sabes que acredito em pessoas boas, capazes de deixar o seu espaço de conforto, o seu habitat e partirem para onde são necessárias. Foi o k tu fizeste, após teres semeado e colhido o bem em tanta gente. Tinhas uma boa posição social, dinheiro, bens, mas isso nunca te fez mais feliz, nem melhor pessoa. Tu nasceste do bem e para o bem e com todas as qualidades, k em ti conhecíamos.

Tenho passado pelo teu blogue, com alguma assiduidade, e vejo que há mta gente, k tem uma enorme saudade de ti. A Verinha, o Dr. Augusto, os pais do Guy e a Aninha, k só depois da tua partida, começou a entender a vida e a importância k tu sempre tiveste na vida dela. Ah, já estava esquecendo de tuas crianças e teus idosos, k, decerto, hoje, e mais do k nunca te gostariam de abraçar e beijar.

Não tido tido contactos escritos com a Verinha, mas ela toma conta de tudo mto bem e bem atilado, como sabes. É uma mulher do mundo, mas não é, nem tem atitudes mundanas.

Não te escrevo na qualidade de alguém k morreu, fisicamente, mas sim como alguém que partiu para uma longa viagem, não para se divertir, mas para continuar sua missão de amor e entrega aos outros. És feliz e estás em paz.

Não sei se o Universo permitirá k um dia nos voltemos a ver ou não, contudo fica a certeza da minha amizade infinda, do meu inalterável apreço e da esperança de saber de ti.

Fica com a minha saudade, que eu fico com as estrelas, os sorrisos, os carinhos e as flores, que sempre me deixavas.

Um beijo e um abraço com o diâmetro da terra. Te quero muito bem, minha queridíssima amiga.

De a 10.07.2018 às 08:45

🌷...

De LuisM Castanheira a 10.06.2018 às 09:02


🌷... Deixo aqui, minha amiga, este Poeta que também partiu recentemente. Espero que se encontrem, onde quer que estejam.
Saudades....

"
Dormir um pouco...

Dormir um pouco — um minuto, 
um século. Acordar 
na crista 
duma onda, ser 
o lastro de espuma 
que há no sono 
das algas. Ou 
ser apenas 
a maré, que sempre 
volta 
para dizer: eu não morri, eu sou 
a borboleta 
do vento, a flor 
incandescente destas águas. "

Autor : Albano Martins
06.ago.1930 - 06.jun.2018

in "Castália e Outros Poemas"

De a 15.04.2018 às 15:04

Minha doce Leninha: esteja você onde estiver, ao lado do Pai, no Seu bondoso coração, transformada numa estrelinha, tomando conta dos velhinhos e das crianças... Em qualquer lugar, menina linda, você há de ver, de sentir, seja lá que sentimento for que se tem AÍ EM CIMA, e poderá aquilatar a imensidão da SAUDADE que desde a sua ida para o andar de cima se tornou a minha companheira. Hoje é Domingo e sempre neste dia eu fico a lembrar dos nossos encontros com a família e os amigos, quando nos reuníamos para cantar, dançar, tocar piano, flauta doce e violino... QUANTA SAUDADE ! ! ! Parece-me vê-la/e ouvi-la ao piano dedilhando com grande mestria os clássicos de que tanto você gostava... Consigo vê-la sozinha com passos de pluma dançando um balé que nos transportava para os palcos mais famosos do mundo... E também a vejo feliz nos braços do seu grande amor, olhando e sendo olhada com um olhar amoroso, cúmplice, verdadeiro... E por hoje ser DOMINGO, meu bem querer, e por ser o MEU aniversário, data em que eu podia esperar o seu carinho, o seu presente, o seu abraço e seus três beijos em meu rosto, dizendo: pra você se casar. E eu sorria feliz e você nem sabia que a mulher dos meus sonhos, a única mulher com quem eu me casaria, seria VOCÊ. E eu, feliz também por merecer a sua amizade e atenção, me contentava com o pouco/muito que de você recebia. Por isso, meu anjo amado, e por hoje ser DOMINGO, e por hoje eu estar completando 53 anos de idade, e por hoje eu sentir mais do que nunca que já oito meses me separam da sua convivência, é que eu lhe peço: DESEJE-ME UM FELIZ ANIVERSÁRIO secando estas lágrimas que teimam em cair e coloque no meu rosto pelo menos um sorriso... E quando eu conseguir sorrir, saiba que será como se você tivesse vindo me trazer os seus parabéns, o seu abraço, os seus três beijos, o seu presente, e a imensidão da sua AMIZADE por este que sempre a amou em silêncio... E que hoje, por absoluta necessidade, sentiu vontade de lhe escrever esta mensagem. OBRIGADO, menina doce e linda, por ter estado aqui na Terra espalhando a grandiosidade da sua LUZ, OBRIGADO por ter sido tão importante na minha vida, OBRIGADO até por esta SAUDADE que sinto, pois ela será como um lume que um dia me levará até VOCÊ, aí neste lugar lindo em que você se encontra. Porque, mesmo que eu tenha tido/tenha muitos defeitos, você me ensinou a ser uma pessoa melhor, um ser humano mais consciente, um verdadeiro HOMEM DE BEM.
E por tudo isto: MUITO OBRIGADO!

De LuísM a 10.04.2018 às 10:15

🌷...

De a 19.03.2018 às 11:19

Hoje, mais do que nunca, eu senti falta de você, menina linda, porque hoje eu teria uma atenção sua toda especial quando recebesse o seu abraço apertado, seu beijo afetuoso, suas palavras carinhosas, seus votos expressos de forma tão única e tão poética, como você fez no ano passado... Mas hoje, menina linda, mesmo estando aí nessa outra dimensão, além da imensa saudade também estou sentindo a vibração da sua amizade, da sua ternura, da imensidão da sua bondade, a cobrir-me de afagos e carinhos neste meu dia de aniversário que hoje está com o brilho menos acentuado porque você não está aqui...
Mas mesmo daí, estou sentindo que você não me esqueceu...
Por isso e por TUDO AQUILO QUE UM DIA REPRESENTAMOS um para o outro:
OBRIGADA, meu anjo lindo, menina linda, menina do coração de ouro, de alma abençoada... OBRIGADA por ainda existir de alguma forma na minha vida.
Que Deus continue a ter você no SEU CORAÇÃO DE PAI AMOROSO.

De a 12.03.2018 às 16:30

O tempo passa, a vida corre, mas a saudade, essa, permanece - dura -, dia após dia, hora após hora. Momento a momento.
Um beijo daqui aí, amiga "escondida", mas sempre presente nas dobras das memórias, nos esconsos do coração por onde passeias com a delicadeza que sempre tiveste.

A perda é um pedaço de nós que parte à deriva em mares encapelados e deixa no cais as lágrimas por enxugar.

De LuísM Castanheira a 10.03.2018 às 18:15

🌷...

Comentar post


Pág. 1/9






Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

arquivos

2018

2017